Palestras - dezembro de 2010
dezembro de 2010
 
PALESTRA :  SENDO SERVIDORES,  VAMOS NOS TORNAR  SEMEADORES  DO AMOR DE MEISHU-SAMA
 
Boa noite a todos!!
 
Como o tempo voa...chegamos ao fim do ano e parece que foi ontem que a Arte do Johrei chegou aqui na nova Sede.
 
E qual é o sentimento de cada um desde que chegamos aqui? O que mudou para os senhores? Houve mais graças? A alegria de servir aumentou?
 
Estou sempre falando nas aulas sobre o espírito de servir, sobre nossa missão como servidores na Obra de Meishu Sama e o salmo de hoje chama-se Servos de Deus. Na primeira parte Meishu Sama diz: “ Siga somente o coração de Deus. Não se deixe atrair pelas conversas e opiniões dos outros.”
 
Talvez a maior dificuldade das pessoas que chegam aqui é entender isso. Sempre digo que nossa dedicação é voltada a Deus Supremo e,  através do Servir, buscamos levar esperança e alegria as pessoas que aqui chegam. Mas tem pessoas que ainda ficam presas num lago de lama chamado egoísmo e não se esforçam em sair dele. O egoísmo nos leva a tomar atitudes pequenas, mesquinhas, onde o tema principal é julgar, criticar e achar que está sempre cheio de razão e os outros sempre errados. Quando a pessoa parar de ficar perdendo tempo nesse nível, sua vida mudará. Uma vez uma pessoa me procurou e disse quem tinha um membro que ia nas casas de algumas pessoas e ficava falando mal de mim. Depois me perguntou se eu iria fazer alguma coisa. Disse a ela que não precisaria fazer nada, pois, tanto ela, quanto quem estava falando já tinham feito e eu não poderia deixar de cuidar de quem quer ser cuidado para ficar perdendo tempo com coisas tão pequenas. Tanta coisa a se fazer e tanta gente a atrapalhar...Procurei seguir o exemplo que Meishu Sama cita em seus ensinamentos.
 
Tem uma estória interessante que diz assim:
 
Não julgue para não ser julgado
Certa vez, em uma cidade do interior de Minas, um padeiro foi ao delegado e deu queixas do vendedor de queijos que segundo ele estava roubando, pois vendia 800 gramas de queijo e dizia estar vendendo 1 quilo.
O delegado pegou o queijo de 1 quilo e constatou que só pesava 800 gramas e mandou então prender o vendedor de queijos sob a acusação de estar fraudando a balança.
O vendedor de queijos ao ser notificado da acusação, confessou ao delegado que não tinha peso em casa e por isso, todos os dias comprava dois pães de meio quilo cada, colocava os pães em um prato da balança e o queijo em outro e quando o fiel da balança se equilibrava ele então sabia que tinha um quilo de queijo.
O delegado para tirar a prova mandou comprar dois pães na padaria do acusador e pode constatar que dois pães de meio quilo se equivaliam a um quilo de queijo. Concluiu o delegado que quem estava fraudando a balança era o mesmo que estava acusando o vendedor de queijos.
Nós somos um pouco assim e muitas vezes acusamos os outros de nossos próprios vícios.
 
         Torne-se uma Pessoa que Meishu-Sama possa utilizar facilmente. Todos nós nos tornamos membros pensando em ser realmente utilizados na Obra Divina e na Construção do Reino do Céu na Terra.
 
Em seguida temos no salmo “ Grande coração possui o homem que se dedica a Deus, servindo na grandiosa Arte da Salvação.”
 
Meishu Sama friza bem a  importância  de nos tornarmos pessoas merecedoras de receber milagres através do Johrei, através do servir. Se orarmos com fervor pela felicidade de nosso semelhante, se não tivermos medo ou vergonha de levantar a mão do Johrei, com certeza, Meishu-Sama haverá de nos agraciar com os seus milagres.
 
 
Sinto muita gratidão dentro do coração pela permissão de poder vivenciar com todos os senhores o alvorecer de uma nova etapa da expansão, estamos sendo diariamente abençoados por Deus e Meishu-Sama   para superar as purificações, receber sabedoria para  estarmos preparados para uma nova fase de nossas vidas.
 
          Aquele que conseguir semear o Amor de Meishu-Sama no seu lar, no seu ambiente de estudo ou de trabalho, na sua comunidade, em qualquer lugar para qualquer pessoa, conseguirá levar o Amor de Meishu-Sama a qualquer lugar ou país, mesmo que o idioma, os costumes ou a forma de pensar sejam diferentes.
 
         E, ainda que não tenha verdadeira confiança no Johrei que ministra, se investir todo o seu empenho neste sentido, sua alma vai ganhar tanto brilho, sua espiritualidade vai se elevar tanto, vai ganhar tanta força e energia que nem a própria pessoa vai acreditar.
 
Meishu Sama diz em um de seus ensinamentos que não existiu no mundo pessoa mais feliz que ele. Por isso estava sempre agradecendo a Deus tão precioso dom.
 
Qual a causa da sua felicidade? Ele dizia que desde criança, gostava de proporcionar alegria aos outros. Portanto, essa maneira de agir sempre foi uma característica peculiar da sua personalidade e, em todos os momentos, vinha praticando-a quase como um “hobby”. Vivia constantemente pensando e procurando descobrir meios pelos quais Ele  podia tornar felizes os seus semelhantes.
 
Para atingir este nível, precisamos nos tornar pessoas que Meishu-Sama possa utilizar facilmente. Aqueles que possuem "gá" muito forte são difíceis de ser utilizados por Meishu-Sama.
 
É difícil lidar com pessoas com "gá" forte. É preciso ter muita sabedoria para utilizá-las. Ou seja: normalmente, é uma tarefa bastante difícil. É por isso que Meishu-Sama diz:
"A obediência em primeiro lugar". Não é em segundo lugar. Não há nada que supere a obediência.
 
O importante é sempre pensar do fundo do coração com o sentimento de obediência: "Meishu-Sama, me utilize, por favor!
 
Ter gá forte não é ruim. Mas temos que ter sabedoria em utilizar tanta energia para gerar resultados positivos. Muitas pessoas, por falta de sabedoria, utilizam para destruir, atrapalhar, com isso, perdem grande oportunidade de crescer espiritual e materialmente.
 
Percebe-se ai a importância de saber falar, saber ouvir e saber ousar.
 
Dia 19 de dezembro as 10h00, realizaremos o Culto do natalício  de Meishu Sama.
Gostaria que ao preencherem seus formulários, não percam tempo com coisas que não valem a pena. Pensem forte em algo que querem concretizar ano que vem. Agradeça o que conquistou este ano, agradeça as purificações e principalmente, o que aprendeu com tudo isto. Não perca tempo lamuriando...agradeça....mantenha-se focado em seus objetivos...não fique parado reclamando...
Também não entrem em desespero com relação a gratidão, agradeça se tiver a permissão de oferecer seu donativo com todo amor do seu coração..se não tiver permissão, saia do nível de ficar apenas pedindo e crie um objetivo claro e sincero, para poder ter a permissão de semear para colher....
 
Eu pedi a todos os Ministros e responsáveis de unidades e núcleos, que não puderem vir aqui na Sede no culto do natalício que me mandassem uma mensagem para que eu lesse aos senhores no dia.
 
Após o Culto, serão entregues alguns presentes as crianças aqui presentes, e aos adultos serão entregues presentes também, mas estes deverão ser entregues a uma criança que vocês não conhecem, alguém que vocês vão saber quando virem na rua ou em qualquer outro lugar. Fiquem tranqüilos...vocês saberão para quem entregar...
        
Vou finalizar com um ensinamento que ilustra bem o que disse sobre o preenchimento do formulário do Natalício:
 
De Olho nas Metas
Era uma vez um cocheiro que dirigia uma carroça cheia de abóboras. A cada solavanco da carroça, ele olhava para trás e via que as abóboras estavam todas desarrumadas. Então ele parava, descia e colocava-as novamente no lugar. Mal reiniciava sua viagem, lá vinha outro solavanco e... tudo se desarrumava de novo.
Então ele começou a ficar desanimado e pensou: "jamais vou conseguir terminar minha viagem! É impossível dirigir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas!". Quando estava assim pensando, passou à sua frente outra carroça cheia de abóboras e ele observou que o cocheiro seguia em frente e nem olhava para trás: as abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco.
Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem em seus devidos lugares.
Assim também é a nossa vida: quando paramos demais para olhar os problemas, perdemos tempo e nos distanciamos das nossas metas.
 
 
Que tenham uma vida cada vez mais abençoada !!!
 
Reverendo Dorgival
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
1998 Informe o
código ao lado:
 
 
Fone:
55 (11) 4227-4401 / 2341-2508
E-mail:
info@artedojohrei.org.br
Chat:
Fale Conosco
 
 
ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA ARTE DO JOHREI
Rua Ibitirama - 629, Vila Prudente. São Paulo/SP.
55 (11) 4227-4401 - 2341-2508
info@artedojohrei.org.br
 
Sobre
- Contato/Pedido de Prece
Mais
- Arte do Johrei - Johrei
- Meishu Sama - Anima
- Divindades - Ensinamentos
- Donativos - Palestras
- Programação - Experiência de Fé
- Revista Makoto - Unidades
O SITE ARTE DO JOHREI - 2009/2014 - Todos os direitos reservados.