Experiência de Fé - Neyla Alves Barbosa
EXPÊRIENCIA DE FÉ
Neyla Alves Barbosa
PALESTRA CULTO MENSAL EM CONJUNTO COM O CULTO DA PROSPERIDADE MÊS DE JANEIRO 2016
 
Boa noite a todos!
Quero agradecer a Deus e Meishu-Sama pela permissão de estarmos juntos no primeiro culto mensal acumulado com o culto da prosperidade do ano de 2016, quero agradecer também aos dedicantes responsáveis pelo planejamento e realização deste ofício religioso.
Quero desejar a todos nós um feliz 2016, cheio de muitas realizações, felicidades, amor, saúde, sabedoria e muita prosperidade. Não sei se vocês sabem, mas Meishu-Sama era um grande apreciador e estudioso da astrologia e numerologia, porque afinal tudo na nossa vida depende dos números. Então eu tomei a liberdade de falar dos números e das características que vão reger o nosso ano. 2016 é o ano regido pelo Astro Rei, o Sol, que marca o início de novos ciclos, é o ano de colheita (Se você não plantou, comece logo). É também regido pela vibração do número 9, que é o maior na escala dos números elementares, portanto simboliza a Divindade, é o número da solidariedade cósmica, que nos convida a nos doar e esta doação não se limita a coisas materiais, mas a doação de atitudes, em gestos de gentileza, da capacidade de ouvir aqueles que buscam em nós algum apoio, de ajudar os nossos semelhantes através da ministração de Johrei, em dedicação, não importa a forma que escolhermos, o importante é nos sintonizarmos nesta vibração.
Segundo a terapeuta Nathalie Favaron a palavra de ordem para o ano de 2016, é OTIMISMO. E como manter o otimismo nos próximos dias, semanas e meses? Praticando a gratidão, gratidão por tudo que você já tem e vive, por Deus e Meishu-Sama, pelos nossos ancestrais, pela nossa família, pelos nossos amigos, pelo ar que nós respiramos, pela água, pela vestimenta, pelo alimento, pela nossa moradia, pelo nosso trabalho. A Autora sugere ainda que façamos um Diário da Gratidão, que anotemos todos os dias 3 coisas pelas quais nós fomos gratos no dia, e que façamos isso todos os dias, durante o ano de 2016.
E eu decidi começar a escrever o meu diário hoje e as 3 coisas que sou grata no dia de hoje são: pela minha família, pelos meus amigos, estejam eles no plano físico ou espiritual e pelo o meu novo emprego. É se vocês não sabem, mas depois de tanto dedicar, fazer donativo, fazer oração, fui presenteada com um ótimo emprego, que já, já, vou falar sobre ele.
Porém, tem outra maneira de agradecer diariamente, é praticando o donativo diário e vocês verão como a prosperidade irá aumentar. Essa prática é muito simples: todo dia separe um valor definido por vocês, pode ser: R$ 0,10; 0,15; 0,25; 0,50; 1,00; 2,00 e coloque em um envelope, como materialização da sua gratidão diária e no final do mês ou no próximo Culto da Prosperidade tragam e ofereçam como donativo a Deus e Meishu-Sama.
E dentro deste sentimento de gratidão, eu queria dividir com vocês minha experiência de fé.
Eu sou contadora e tinha um excelente emprego, e na época eu gerenciava o setor contábil de uma empresa, mas eu não estava feliz, então no dia 08-09-14, dois dias antes do meu aniversário, eu decidi conversar com Meishu-Sama, abri o meu coração, eu disse a ele que amava a minha profissão, mas eu não estava feliz, eu não estava feliz trabalhando naquela empresa, pedi um presente de aniversário, pedi que Meishu-Sama me libertasse porque a minha infelicidade estava prejudicando a minha vida profissional e pessoal.
No dia do meu aniversário 10-09-14, os gestores da empresa onde eu trabalhava, simplesmente me demitiram. Fiquei feliz e muito grata por Meishu-Sama ter atendido o meu pedido.
Nesta mesma época o Reverendo Dorgival me passou uma dedicação em conjunto com o Rafael, iriamos cuidar do Culto da Prosperidade e a nossa dedicação iniciou naquele mês de setembro.
Dediquei muito, aprimorei, cresci espiritualmente, mas o emprego estava demorando para chegar. O tempo foi passando e quando chegou novembro/15, uma tristeza enorme tomou conta da minha alma e eu me perguntava: O que estava faltando aprimorar para conseguir um emprego, visto que eu tenho currículo, experiência, formação e, no entanto parecia que eu simplesmente estava invisível. Eu fiz vários processos seletivos, mas os gestores das empresas não conseguiam me ver.
Então decidi conversar com Deus e Meishu-Sama, disse a ele que nós tínhamos um problema grave e que precisávamos resolver, pois eu não tinha mais condições de ficar sem emprego, aquela purificação estava me causando sofrimento e existe uma grande diferença entre purificação e sofrimento, o sofrimento não traz nenhum aprendizado só dor. Disse a Meishu-Sama que ele era a pessoa que mais falava em equilíbrio e na lei do equilíbrio uma hora você se “doa”, outra hora você “recebe” e na nossa história a parte do “eu quero receber” estava prejudicada. Disse também que eu não tinha condições de continuar dedicando naquele estado, pois eu estava fazendo muito esforço para mudar, estava dedicando intensamente, fazendo meus donativos e principalmente sendo paciente, aguardando o momento certo.  Disse também que ele era Meishu-Sama, o Senhor da Luz e que eu tinha confiado nele e que tudo que pedimos diante deste altar não fica sem resposta e eu estava sem resposta, pedi que ele analisasse o meu processo mais uma vez e que me desse uma resposta até o natalício e se ele atendesse o meu pedido, eu iria escrever uma experiência de fé para o Culto Mensal do mês de janeiro/16. Não era uma troca, era uma prova de gratidão. No dia 01/12 eu já estava empregada, inicialmente num escritório de contabilidade, no dia 02/12 eu recebi uma resposta positiva do processo seletivo que eu estava participando para uma multinacional e comecei a trabalhar no dia 14/12.
E quando eu comuniquei a Maria José sobre o meu novo emprego, ela perguntou: O que você aprendeu com tudo isso? Na hora eu nem soube responder direito, mas agora vou compartilhar com vocês o meu aprendizado:
- Aprendi a valorizar mais os meus antepassados e a minha família porque são eles que estão do meu lado em todos os momentos da minha vida;
- Aprendi a me amar e a me aceitar;
- Aprendi a priorizar a minha felicidade porque nós só podemos fazer as pessoas felizes se formos felizes também, ninguém pode oferecer aquilo que não tem;
- Descobri que nunca estamos sozinhos, tem sempre um anjo do nosso lado nos amparando e temos muitos amigos no plano espiritual;
- Aprendi a selecionar melhor as minhas amizades, mas também tive a oportunidade de fazer novas amizades, amizades verdadeiras;
- Estou mudando a minha postura diante da vida;
- Aprendi que existe uma grande diferença entre encaminhar e cuidar. Todos nós temos a capacidade de encaminhar alguém, mas cuidar, cuidar sem julgar, é para poucos, é nosso grande aprimoramento;
- Neste período tive a oportunidade de ler muitos livros e nestas leituras aprendi a importância da meditação, de nos silenciarmos para podermos ouvir Deus e conhecer o nosso eu verdadeiro e puro.
E o meu maior aprendizado foi:
- Que nenhuma oração feita de coração é esquecida, porém Deus e Meishu-Sama precisam que façamos algumas mudanças em nossas vidas, nossas atitudes, para podermos receber o melhor que Ele tem para nos oferecer.
E para encerrar eu queria agradecer a Deus, Meishu-Sama e a corte Celestial inteira por me conceder esta graça; agradecer ao nosso Reverendo Dorgival pelo carinho e atenção; agradecer aos meus ancestrais, a minha família e aos meus amigos por me ampararem e eu não posso deixar de citar o nome de alguns amigos da caminhada espiritual, Maria José, Sumaia, Rafael e Alessandra, Sr. Daniel e Dona Iracy, Sr. Gervasio e Dona Luciana.
 
Uma boa missão a todos nós!!!
 
Neyla Alves Barbosa
Servidora
 
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
1960 Informe o
código ao lado:
 
 
Fone:
55 (11) 4227-4401 / 2341-2508
E-mail:
info@artedojohrei.org.br
Chat:
Fale Conosco
 
 
ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA ARTE DO JOHREI
Rua Ibitirama - 629, Vila Prudente. São Paulo/SP.
55 (11) 4227-4401 - 2341-2508
info@artedojohrei.org.br
 
Sobre
Mais
- Arte do Johrei - Johrei
- Meishu Sama - Anima
- Divindades - Ensinamentos
- Donativos - Palestras
- Programação - Experiência de Fé
- Revista Makoto - Unidades
O SITE ARTE DO JOHREI - 2009/2014 - Todos os direitos reservados.