Palestras - Outubro de 2014
Outubro de 2014
PALESTRA:   TODOS QUEREM SER DIAMANTES........MAS NEM TODOS QUEREM SER LAPIDADOS..............
 
 
Boa Noite a todos!!!
 
Estamos a dois meses do final do ano. Como o tempo passa rápido. Já pensaram sobre o que foi conquistado pelos senhores este ano? Já pensaram o que perderem este ano? Já pensaram sobre o porquê de tanto aprimoramento? Já refletiram sobre o que as purificações nos ensinaram neste período? Já refletiram e questionaram Deus e Meishu        Sama sobre o porquê destas lutas?
 
Quando estamos em luta, ficamos mais cuidadosos e vigilantes com tudo a nossa volta, senão, a qualquer vacilo, tudo  pode desmoronar. Prestamos mais atenção as coisas que não dávamos importância, nossa intuição e percepção ficam mais aguçadas. Tudo isto, faz parte do treinamento de Deus para que possamos alcançar a vitória.
 
Se pensarmos bem, todos nós queremos ser diamantes, mas ninguém quer ser lapidado. Todos nós queremos ser puros como a prata, mas ninguém quer ser refinado, para tornar-se puro.
 
A prata, para atingir sua pureza, passa por um processo de refino, sendo colocada em altas temperaturas, até chegar a mais alta. Mas o refinador, não pode deixar passar do ponto, senão ele a  perde. Sabe quando ele percebe o momento exato de retirar a prata do fogo? Quando a imagem dele é totalmente refletida na prata.
Imagine que Meishu Sama é o nosso refinador e nós somos a prata.
 
Ele nos leva as chamas mais altas para nos refinar. Que chamas são essas? Nossas lutas contra doenças,  miséria e conflitos. Lutamos contra tanta coisa ao mesmo tempo, que quando pensamos que acabou chega outra mais pesada. Oramos, pedimos a Meishu Sama  força, sabedoria e parece que ele responde:
 “ Calma...você ainda não chegou nas temperatura mais altas, mas lembre-se que estou com você, te apoiando, não desista, assim que você refletir minha imagem, meu caráter, você estará pronto para tomar seu lugar de vitória.”
 
Em nossas lutas, Meishu Sama está sempre conosco e não vai permitir que nenhuma situação aparentemente impossível, nos afaste da vitória. Ele nunca vai nos esquecer no fogo da purificação!
 
Reflitam! Porque Deus e Meishu Sama nos colocam em situações assim? Somos atacados, usurpados, por vezes, somos derrotados, nos sentimos humilhados, perdidos,  etc...
Eles querem que valorizemos nossas vitórias! Muitas vezes alcançamos sucesso rápido demais e logo vemos desastres ocorrerem em nossa vida. Não estávamos preparados, não estávamos maduros para a vitória. Não soubemos valorizar as bênçãos divinas.
 
Não precisamos nos preocupar com o sucesso dos outros, pois, a nossa vez também chegará, se estamos purificando, é sinal que ainda estamos no processo do refino. No tempo certo, Meishu Sama vai agir, vai nos socorrer, mas isto vai ocorrer no tempo Dele e não de acordo com a nossa vontade, não pelo nosso desespero.
 
Existem muitas pessoas que não sabem valorizar a graça, a vitória. A queda é mais rápida do que a subida. Se deixarmos a vaidade, o orgulho e a presunção tomarem conta de nosso servir, jogaremos fora a oportunidade  de continuar crescendo.
 
Não podemos perder tempo desperdiçando o lugar que Deus e Meishu Sama nos reservaram pela graça. Temos por hábito nos acomodar e achar que já está tudo bem, com isso, desperdiçamos as bênçãos divinas.
 
Meishu Sama nos concede graças, que são resultantes de nosso esforço, de nossos méritos, mas muitas vezes, não sabemos usufruir das coisas que recebemos. Preferimos viver de forma mesquinha, como se ainda estivéssemos no nível de sofrimento.
 
Até chegarmos à vitória, temos que nos preparar para as lutas.
 
Vamos utilizar esta fase para ampliarmos o nosso servir. Quando estamos comprometidos com Meishu Sama, sempre recebemos a proteção necessária para ultrapassar qualquer purificação. Ao receber graças, temos que dedicara mais ainda, para ganharmos lastro espiritual. Se deixarmos  a preguiça e a acomodação  dominarem nosso servir, perderemos a permissão de usufruir das graças recebidas.
 
Encaminhar pessoas, ministrar Johrei de salvação, dedicar através do donativo, não por obrigação, mas por gratidão, por entender a importância desta Obra, são exemplos de Servir direcionado para Deus e Meishu Sama. Muitas pessoas querem ser Meishu Sama, mas apenas no momento de usufruir da graça, mas ninguém quer fazer o que Meishu Sama fez, ninguém quer passar pelo que Ele passou. Usam de forma leviana os ensinamentos para tirar proveito do sentimento dos membros e frequentadores. Agindo assim, podemos afirmar que esta não é a Obra edificada por Ele, é sim, a obra alicerçada na vaidade e arrogância do homem.
 
O valor do diamante é medido pelo seu grau de pureza e pela sua forma após a lapidação, e assim acontece conosco também. Deus nos lapida e nosso valor espiritual aumenta quando nos purificamos dos pecados e das feridas emocionais e isso vai acontecendo à medida que somos lapidados por pessoas a nossa volta, que apesar das dificuldades, nos tornam melhores e mais capazes de enfrentar as dificuldades do dia a dia.
 
Para se conseguir lapidar o diamante é necessário outro material que seja no mínimo da mesma dureza que ele próprio. E olhe só, apenas o diamante é tão duro quanto o diamante, ou seja, Deus irá usar pessoas  ou situações tão duras quanto nós para poder lapidar certas arestas, que outros não vão conseguir lapidar.
 
Quando ocorre a perfeita lapidação do diamante, a luz é refletida de uma face para a outra até ser dispersa no topo do mesmo. Isso é o que ocorre quando deixamos Meishu Sama nos lapidar diante destas pessoas ou situações, não reagimos mais de forma inadequada, inapropriada, mas deixamos a luz de Deus passar por todos os cantos de nosso ser e brilhar em nossa face, resplandecendo em nossas atitudes.
 
Mas podem ocorrer lapidações imperfeitas. Existe a chamada lapidação alta, em que o brilho não chega ao topo da pedra, mas se perde em um dos lados. Isso acontece em nossa vida quando entendemos que Meishu Sama está nos aperfeiçoando, mas não deixamos o tratamento ir até o fim e paramos no caminho. Desistimos antes da vitória!
Outra lapidação imperfeita é a lapidação curta, onde a luz passa por uma parede e não brilha em lugar algum. Isso acontece conosco quando diante do tratamento nem deixamos Deus nos mostrar o propósito deste, e já fugimos do mesmo sem ao menos termos sido trabalhados por um tempo. Desistimos por covardia!
 
A Disciplina de Deus nos Transforma em Diamantes, por isso vamos nos esforçar, servindo intensamente, com alma, com amor, para que nosso valor espiritual aumente, gerando vitórias aqui na matéria, vitórias estas que sejam valorizadas e nunca desperdiçadas.
 
Mês que vem, dia 02 de novembro, estaremos realizando nosso Culto especial pelo dia de Finados. Os formulários e os envelopes de gratidão, já estão a disposição  para os senhores levarem e preencherem. Podem levar para amigos e parentes, mas gostaria de pedir que não basta apenas preencher, fazer donativo e pronto. Venham participar, é uma data especial, uma grande festa. É muito triste, você preparar uma festa especial e seus convidados vem prestigiar, mas justamente você que fez o convite, não se faz presente.
 
Muito Obrigado a todos e que Deus e Meishu Sama abençoem a todos!!!                                                     
 
 
 
                       Reverendo Dorgival     
 
 
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
4327 Informe o
código ao lado:
 
 
Fone:
55 (11) 4227-4401 / 2341-2508
E-mail:
info@artedojohrei.org.br
Chat:
Fale Conosco
 
 
ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA ARTE DO JOHREI
Rua Ibitirama - 629, Vila Prudente. São Paulo/SP.
55 (11) 4227-4401 - 2341-2508
info@artedojohrei.org.br
 
Sobre
Mais
- Arte do Johrei - Johrei
- Meishu Sama - Anima
- Divindades - Ensinamentos
- Donativos - Palestras
- Programação - Experiência de Fé
- Revista Makoto - Unidades
O SITE ARTE DO JOHREI - 2009/2014 - Todos os direitos reservados.