Palestras - Outubro de 2015
Outubro de 2015
PALESTRA:  A INVEJA, A GANANCIA E A MENTIRA, IRMÃS NA ESSÊNCIA!
 
Boa noite a Todos!
 
 
Neste Culto, damos início a preparação para o Culto de Finados do mês que vem que será realizado dia 01 de novembro as 10h00 da manhã. Com isto, as unidades que quiserem podem fazer dia 02 o culto em seus locais. Participar do Culto em homenagem aos nossos ancestrais e antepassados, deve ser visto não como obrigação, mas uma oportunidade de demonstrar nossa gratidão pelo convívio e pelo aprendizado.
Nós pudemos nascer graças aos nossos pais. E eles também nasceram graças aos seus respectivos pais. Podemos compreender que a nossa existência se deve a um grande número de pais e mães que viveram no passado.
 
E não devemos esquecer que cada um deles exerceu um papel importante dentro dessa árvore genealógica, pois se tivesse faltando um deles, não teríamos nascido. Por isso vamos agradecer aos nossos antepassados, oferecendo-lhes nossas orações e dedicações,  que lhes servirão de alimento espiritual. Certamente eles ficarão mais iluminados e contentes.
 
Os antepassados são raízes, os pais são o tronco, os filhos são os ramos. No lar onde se cultuam os antepassados, os filhos progridem. Devemos agradecer a eles, não como condição para sermos felizes. O importante é agradecer somente. Quando acompanhado de condições, cobranças ou exigências, deixa de ser gratidão.
 
O mundo espiritual é constituído unicamente de vibrações mentais. Por isso, fazemos a oferenda de alimentos às almas dos entes queridos que se encontram no mundo espiritual, para que eles, servindo-se de nossas vibrações mentais que ali chegam sob a forma de alimentos, fiquem satisfeitos. As oferendas que lhes são feitas com carinho e respeito proporcionam grande alegria a eles e contribuem para seu maior "crescimento". Como já disse, o mundo espiritual é um mundo de vibrações mentais. Assim sendo, os espíritos vivem "alimentando-se" de vibrações mentais. As boas vibrações constituem "alimentos nutritivos", que promovem o seu crescimento; e as más vibrações mentais constituem elementos nocivos que, provocam a degradação.
 
Os formulários e envelopes já estão a disposição para serem preenchidos. Como disse, atentem para um sentimento correto ao fazerem as listas e também seu donativo. É um presente, um agradecimento e tem que vir do fundo do coração. A oferta de gratidão para quem a faz é um oferecimento, para Deus, é concessão de bênçãos. Deus não se apodera do nosso dinheiro, Ele nos dá o espírito do dinheiro, que contém Luz.
Neste Culto no Salmo de Meishu Sama, um trecho diz assim:
“O fim do mundo acontecerá, quando as pessoas más forem separadas daquelas que têm makoto.” Nós somos pessoas boas ou más? Nosso Servir é baseado em qual sentimento: Verdade ou mentira? O ensinamento: “Gananciosos sem ganância “ também nos ajuda a dar esta resposta.
 
Como preparação para o Culto aos antepassados e também para nossa própria elevação espiritual, preparei uma lista de pontos que podemos mudar e melhorar em nós mesmos, para que sejamos pessoas melhores, servidores melhores, nos tornando assim, verdadeiros sacerdotes da salvação em nome de Meishu Sama.
 
A preguiça, a ganância, vaidade, inveja são alguns dos pecados capitais que devem ser evitadas a todo custo em nosso Servir, em nosso viver.
Detectamos diariamente nas atitudes do nosso dia a dia alguns pecados. Em alguns casos estes ficam mais marcados por um desvio comportamental do que por um simples mal entendido. Por exemplo:
 
Arrogância: Agir como se fosse o melhor servidor da igreja não significa que você realmente seja. Julgar-se melhor que o outro não traz vantagem espiritual. Quando um Servir é bem feito, os méritos e elogios chegarão sem precisar que você os chame.
 
Cinismo: Criticar ou elogiar falsamente os  servidores ou ministros não são atitudes de um messiânico que preza pela evolução espiritual. A busca pela excelência no servir, existe e não deve ser esquecida, mas ser cínico é, totalmente, dispensável.
 
Preguiça: A preguiça não deve reinar quando se trata de Servir. Acaba sempre perdendo uma oportunidade de crescer, de compartilhar com as pessoas alguma dedicação, com a desculpa de que está cansado demais ou ocupado demais. Lembre-se: ser prestativo é quase uma senha para a elevação espiritual.
 
Ganância: Como todo pecado, o excesso de ganância o transformará em um servidor  focado somente em números, elogios e reconhecimento pessoal. É recomendável equilibrar o desejo de reconhecimento pelo seu exemplo, pela sua postura.
 
Inveja: Desmerecer as pessoas no Servir, sejam elas membros ou ministros, não o tornará uma pessoa melhor, muito menos um religioso exemplar. Reflita antes de fazer comentários maldosos que só o caracterizarão como uma pessoa invejosa.
 
Mentira: Mentir requer talento, inventar desculpas não deve se tornar um hábito. Dar uma desculpa para não participar de uma dedicação faz com que as pessoas comecem  a duvidar da credibilidade do servidor, seja ele membro ou ministro.
 
Temos que ser fortes nos objetivos e manter o foco em Meishu Sama. Mas quando nos encontramos em dificuldades, ou nos sentimos pressionados, a tendência é fugirmos, porque somos fracos por natureza. Um Reverendo pioneiro, da época de Meishu Sama disse isso em um livro:
 
“ Fugindo ao que nos desagrada ou impondo os nossos pontos de vista, isto é, mostrando o nosso ego, as coisas jamais se resolverão. Quanto mais mostrarmos o nosso ego, mais fracos seremos como seres humanos.Como o caso não foi resolvido no devido momento, cria-se uma espécie de débito espiritual e correm juros. Quando estes chegam ao limite, encontramos outros casos desagradáveis. È engraçado que, quanto mais egoísta e precavido o homem se torna, mais ele perde a confiança dos outros e mais difícil passa a ser o seu relacionamento social. No que diz respeito ao servir, não há duvida de que também não haverá proteção de Deus.  Quero que saibam que não é evitando os golpes da vida que ficamos fortes; pelo contrário, tornamo-nos fracos.”
 
Antes de fugirem das dificuldades, pensem seriamente em fortalecer seu espírito e se esforcem para retornar a fé centralizada em Deus. Nós vivemos num contexto onde tudo tem que dar certo, ou Deus faz ou Deus faz,  e quando isso não acontece nos decepcionamos,  nos frustramos e achamos que Deus nos esqueceu, que Deus nos abandonou.
Ao invés de adaptar-se a Vontade de Deus, o homem adapta Deus a sua vontade e seus interesses materiais. É cômodo para o corpo, mas funesto para o espírito. Na verdade, Deus quer saber se você é um verdadeiro servidor, se você for, então agüente firme e Sirva!
 
Muitos dizem que acreditam em Deus, que crêem em Meishu Sama, mas não fazem nada por Eles, como eu disse num Culto passado, temos que ser a FÉ, sendo a Fé, você não precisa se preocupar com palavras, sua postura diz quem é você. Nós, como seres humanos, muitas vezes tentamos  nos mostrar melhor do que somos, mas não podemos enganar durante muito tempo.
 
Em nosso caso, no Servir, se  orientarmos tentando impor o que nós mesmos não conseguimos fazer  e darmos a impressão que sempre conseguimos, as pessoas não nos respeitarão. Será uma perda de tempo. É falta de bom senso querer nos colocar no lugar de Deus e Meishu Sama, dando orientações que não somos capazes de praticar. A mentira demonstrada por nossa postura é desmascarada e nos faz perder a confiança dos outros. Com isso, também perdemos a confiança de Deus.
 
Para finalizar, dia 18 de outubro, será um dia muito especial, pois teremos o Dia do semear. O objetivo é  cada um aqui, convidar um amigo e este amigo convidar seu melhor amigo.
Neste dia teremos mais uma oportunidade de aprimorar nosso lado altruísta, deixando de lado nossas vaidades e egos. Observando as pessoas que tem dificuldade em encaminhar, notamos que uma característica salta aos olhos. Quanto mais egoísta e precavido o homem se torna, mais ele perde a confiança dos outros e mais difícil passa a ser o seu relacionamento social.
 
Por isso, vamos convidar nossos amigos, para que eles também possam ter a oportunidade de Servir, convidando seus amigos e todos num só objetivo e compromisso, semearmos fraternidade, semearmos altruísmo e Através de nossa postura apresentarmos a Fé que professamos, não apenas em palavras, mas em atitudes.
 
Que Deus e Meishu Sama abençoem a todos!!!                                                                                     
                                                      Reverendo Dorgival     
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
3967 Informe o
código ao lado:
 
 
Fone:
55 (11) 4227-4401 / 2341-2508
E-mail:
info@artedojohrei.org.br
Chat:
Fale Conosco
 
 
ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA ARTE DO JOHREI
Rua Ibitirama - 629, Vila Prudente. São Paulo/SP.
55 (11) 4227-4401 - 2341-2508
info@artedojohrei.org.br
 
Sobre
Mais
- Arte do Johrei - Johrei
- Meishu Sama - Anima
- Divindades - Ensinamentos
- Donativos - Palestras
- Programação - Experiência de Fé
- Revista Makoto - Unidades
O SITE ARTE DO JOHREI - 2009/2014 - Todos os direitos reservados.