Experiência de Fé - Teresinha Natalina Mingotti
EXPÊRIENCIA DE FÉ
Teresinha Natalina Mingotti
Experiência de Fé  - Teresinha Natalina Mingotti - Florianópolis  09/08/2015
 
Sai da casa de meus pais com 20 anos de idade, para morar com minha irmã mais velha no Estado MG do Norte com objetivo de estudar e juntos colocar uma malharia, por minha surpresa nada consegui passando alguns meses sai casa dela e fui morar numa cidade próxima com um casal que conheci e fiz amizade e conseguimos abrir a malharia, conheci uma pessoa com quem me casei e logo engravidei por negligencia médica no parto tive uma hemorragia e meu filho morreu e eu fiquei quatro dias muito mal, me recuperei e o médico me falou se você quer ter uma vida saudável volta para seu estado pois aqui o clima é muito quente e pode vir te dar problemas cardíacos, contatei minha família e retornei para RS, cidade pequena onde não conseguiamos emprego, fomos para Chapecó SC e logo começamos trabalhar, dois anos passaram muito conflito no relacionamento mesmo assim decidi em ter um filho 
mais dois anos passaram e nos separamos, ele voltou para sua cidade MG e eu fiquei levantei a cabeça e continuei trabalhando sem receber pensão e pagava aluguel, meu filho ficava aos cuidados de uma senhora que cuidava de crianças onde conversei com a mesma para deixar ele a semana toda com ela e eu trabalhava de dia em uma fabrica de confecção de camisas e a noite em uma pizzaria, quatro anos se passaram nesta luta,  em mes de janeiro de 1995 uma amiga que morava em Florianópolis estava de férias e foi visitar sua mãe e eu pagava aluguel para sua mãe, ela vendo minha carga horaria todos os dias de trabalho e não podendo ficar perto de meu filho durante a semana me convidou para vir pra Floripa, fiquei interessada em vir mais com medo pois nada conhecia aqui fui a Igreja católica me pus de joelhos e pedi a deus que me dereciona se no que deveria fazer ficar ou vir,  dois dias se passaram e por minha surpresa ao chegar na firma para trabalhar recebemos a noticia que estavam abrindo falência, fiquei triste  mais no mesmo momento agradeci a Deus pois entendi que era a resposta do que havia pedido, fui a pizzaria para pedir acordo e o mesmo não aceitou dizendo me se quiser sair pede as contas e assim fiz pedi as contas, e no dia 05 de fevereiro de 1995 vim para Florianópolis, fui direto para a empresa onde minha amiga trabalhava fiz entrevista com gerente e encaminhada para o dia seguinte fazer a documentação para começar trabalhar, esperei minha amiga sair do trabalho e fomos na catedral agradecer a Deus e pedir para onde ir morar pois estava com R$ 78,00 na carteira nem dava para uma diaria de hotel e minha amiga morava no alojamento da firma onde não era permitido levar visita, sentamos em frente a catedral na praça e ela ligou para seu tio e contou a minha situação ele prontamente disse venham aqui em casa, apos dois dias comecei a trabalhar e eles cuidavam de meu filho, a pos um mes de trabalho começou as demissão de contratos e o gerente me chamou a sua sala fui me mostrando tranquila mais o coração batia forte ele me disse teresinha esta acabando os contratos de temporada, me entregou duas folhas e me disse olha isso é pra você, olhei era um baixo assinado de sócios do clube pedindo para não me demitir, e sim me passar para  coordenadora de 128 funcionários, e me disse amanhã voce espere em casa que vou mandar o caminhão da empresa buscar sua mudança e vir morar no alojamento da firma pois sei que voce faz um trajeto de 100 KM para vir trabalhar, eu lhe falei agradeço o sr mais não posso vir morar no alojamento pois não tenho moveis e não tenho como comprar pois o salario que ontem recebi paguei a passagem que havia comprado no cartão pedi licença e voltei a trabalhar, no dia seguinte ele me chamou e me disse me acompanhe  fomos no alojamento e estava montado com todos os moveis,  no final do dia eu e amiga fomos na catedral agradecer a Deus, trabalhei 13 anos nesta empresa e morei 11 meses no alojamento saindo dela para a casa própria, dois anos se passaram e casei novamente mais um filho e conflitos começaram loga avendo separação, dois filho de menor para cuidar e sem ajuda de pensão,  em 2011 sentia muita dor de estomago fiz ultra sonografia calculo na visicula, em 2012 novo relacionamento onde o mesmo é messiânico comecei receber Johrei e fomos  no solo sagrado no culto de antepassado, em fevereiro de 2013 brigamos e o mesmo voltou para sua cidade RS eu comecei sentir crises de dor e procurei o médico indicado por uma amiga de imediato ele pedio todos os exames para internamento para fazer cirurgia fiquei esperando o posto marcar, me pus de joelho eu meu quarto e pedi a Deus que eu não estava mais aguentando a dor, e como recebi orientação clamei a Meishu Sama e dormi ali de joelho acordei no dia seguinte com uma forte disenteria e vomito fiquei dois dois dia sem sair pra fora de casa, me sentindo muito fraca procurei o médico ele se apavorou se de ver minha situação fez internamento e  tds os exames no hospital, e na ultra sonografia o médico se surpreendeu cade o calculo e me disse vc recebeu um milagre em todo o tempo de medicina que exerço nunca aconteceu com nem um paciente e me perguntou se eu havia tomado medicamento, eu falei a ele que recebi johrei, ele disse    sei o que é  não pare por aqui vá em frente voce tem uma grande missão,      no dia seguinte fui no CA  para pedir orientação e queria começar o curso para outorgar no dia 24/07/13 outorguei,              em Novembro 2013 procurei a pessoa que ministrou o primeiro johrei e nos acertamos para um novo relacionamento em janeiro 2014 comecei a ter muita hemorragia  fui ao médico fiz exames e o mesmo me disse que tinha que fazer cirurgia, em junho fui para o RS onde procuramos médico da família dele, onde me receitou 6 meses de medicamento, em começo de julho retornei pra Floripa, e meu namorado viu no facebook a entrevista  do Reverendo Dorgival santos Silva, na Argentina e chamou o ministro Roberto Anisio Santos no fecebook e perguntou, Reverendo Dorgival como assim?  e o ministro Roberto explicou a ele sobre Arte Do Johrei,  e o interesse para saber mais sobre Arte Do Johrei começou, ele pedio orientação para o ministro sobre meu problema e o ministro disse a ele para eu mandar convite a ele no face que ele me orientaria, assim começou me orientar,  em agosto 2014 o ministro fez uma viajem missionária para RS,  onde viajei para lá e no dia 30/08/2014 outorguei na Arte Do Johrei, retornei para Floripa segui todas as orientações do ministro dedicando aqui em casa, e minha hemorragia foi calmando....... tomei uma decisão propria em não tomar mais os medicamentos que o médico havia receitado em outubro fiz todos os exames novamente e nada mais constatava meu utero estava sem vestigio de nodulo,  em 30/11/14, com muita gratidão recebi a permissão de receber o ministro Roberto em minha casa e inaugurar o núcleo Arte do johrei  e outorgas em Florianopolis   e  Mafra.
  Muito obrigada   DEUS SUPREMO   E MEISHU SAMA.... 
 
      Teresinha Natalina Mingotti.
 
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
8783 Informe o
código ao lado:
 
 
Fone:
55 (11) 4227-4401 / 2341-2508
E-mail:
info@artedojohrei.org.br
Chat:
Fale Conosco
 
 
ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA ARTE DO JOHREI
Rua Ibitirama - 629, Vila Prudente. São Paulo/SP.
55 (11) 4227-4401 - 2341-2508
info@artedojohrei.org.br
 
Sobre
Mais
- Arte do Johrei - Johrei
- Meishu Sama - Anima
- Divindades - Ensinamentos
- Donativos - Palestras
- Programação - Experiência de Fé
- Revista Makoto - Unidades
O SITE ARTE DO JOHREI - 2009/2014 - Todos os direitos reservados.